Homem morreu a salvar quem estava preso na neve

Vítima perdeu a vida à frente da mulher. Casal preparava-se para ir de férias para o México.

A tempestade siberiana que tem assolado o território europeu na última semana fez mais uma vítima mortal que se junta assim às mais de 50 já registadas.

Trata-se de um homem que seguia com a mulher numa estrada em Norwich, na Inglaterra, quando parou o seu carro para ajudar outro motorista cuja viatura estava presa na neve.

No entanto, mediante o esforço que foi necessário fazer para libertar a viatura e fazê-la andar, o homem sofreu uma paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer, conta o jornal local Eastern Daily Press.

O casal tinha saído de casa para levar o cão até um hotel canino, uma vez que ia de férias para o México. Mas no percurso, a vítima perdeu a vida ao tentar ajudar quem precisava.

O diário acima referido conversou com um cardiologista que explicou que o processo de escavar neve é perigoso para pessoas acima dos 55 anos, pois o esforço conjugado com o ar frio faz com que as veias se contraiam e o sangue não seja bombeado com a cadência necessária. “É a tempestade perfeita para um ataque cardíaco”, explicou Barry Franklin.