Filhos trancados e sem comer. Nova “casa dos horrores” descoberta nos EUA

Os pais adotivos de quatro crianças foram presos depois de terem deixado os filhos fechados, sem comida, água ou acesso à casa de banho, em Tucson, no Arizona, EUA.

Benito e Carol Gutierrez, de 69 e 64 anos, respetivamente, enfrentam acusações de mau trato a crianças, depois de um dos filhos ter fugido de casa, através da janela do quarto onde estava trancado, no sábado, e ligar à polícia do telefone de um supermercado.

O KVOA-TV explica que o Xerife daquela localidade do Arizona encontrou mais três crianças, com as idades entre os seis e os doze anos, fechadas em casa. As portas estariam trancadas pelo exterior.

Num dos quartos foi encontrado um balde que estaria a ser usado como casa de banho. As autoridades ainda não sabem há quanto tempo as crianças estavam ao cuidado do casal.

“As crianças ficavam em quartos separados, que eram trancados a partir de fora”, disseram as autoridades. “Não tinham frequentemente acesso a comida, água, luz ou a uma casa de banho durante cerca de 12 horas”, acrescentaram.

O caso faz lembrar um outro noticiado em janeiro que deu conta de um casal que tinha 13 filhos em cativeiro, na Califórnia.

As semelhanças vão até à forma como a polícia chegou às crianças. A filha de 17 anos que conseguiu fugir da habitação situada em Perris, a duas horas a sudeste de Los Angeles (costa oeste). A adolescente telefonou para o número de emergência 911 a partir de um telemóvel que encontrou na casa, indicou na segunda-feira a polícia.