Escândalo revela décadas de abusos sexuais em cidade britânica

Escândalo poderá implicar cerca de mil vítimas, no espaço de quatro décadas.

Uma reportagem revelada na edição de domingo do britânico Mirror coloca a cidade de Telford, com cerca de 170 mil habitantes, no centro de um escândalo sexual de décadas.

Em causa estão 40 anos de abusos sexuais que poderão ter afetado até mil jovens, incluindo crianças de apenas 11 anos.

As vítimas eram raparigas visadas por gangues que procuravam afastá-las das famílias. Há várias vítimas que terão sido drogadas, agredidas e violadas, num rol de abusos que remontará até à década de 80.

Já nos anos 90, acrescenta o mesmo trabalho do Mirror, havia funcionários de assistência social em Telford que tinham tido conhecimento dos relatos de abuso. No entanto, só uma década depois é que as autoridades terão dado início às primeiras investigações, embora sem grandes consequências.

O Mirror, que revela que a investigação do jornal leva já 18 meses de trabalho, adianta ainda que, ao longo destas décadas, há três homicídios e outras duas mortes que poderão estar diretamente ligadas a este escândalo em larga escala de abusos sexuais.

Lucy Allan, que integra o partido conservador, atualmente no poder, e é deputada britânica eleita precisamente por Telford, considerou que as revelações são “sérias” e “chocantes”, tendo pedido que seja aberto um inquérito.