Confrontos em Bilbau: Antes de morrer, polícia falou com o seu irmão

Um polícia morreu na sequência dos confrontos entre os ‘Ultras’ russos do Spartak e adeptos do Atlético de Bilbau. Num relato impressionante, contato pelo jornal As, a publicação dá conta que quem se encontrava ao lado do polícia era o seu irmão, também polícia.

Viveram-se momentos de pânico, esta quinta-feira, nas imediações do estádio de San Mamés. O que à partida se resumia a um jogo de futebol, entre o Athletic Bilbau e o Spartak de Moscovo, acabou da pior maneira.

Um polícia morreu na sequência dos confrontos entre os ‘Ultras’ russos e adeptos do clube basco. O ‘ertzaina’ Inocencio Alonso García começou por se sentir mal, após abandonar a carga policial, pouco depois acabou por desmaiar.

Num relato impressionante, contato pelo jornal As, a publicação dá conta que quem se encontrava ao lado do polícia era o seu irmão, também polícia. Este tratou de o reanimar e escutou as suas últimas palavras antes da sua morte.

Inocencio García era pai de dois filhos, um de 19 e outro de 18. O polícia acabou por falecer já no hospital, na sequência de uma paragem cardiorespiratória.