Bailarina russa detida por ser demasiado sensual

Autoridades consideram que esta incitou à imoralidade.

Uma bailarina de dança do ventre, de nacionalidade russa, foi detida no Egito por ter dançado de forma demasiado sensual num clube noturno na cidade de Giza.

Ekaterina Andreeva, de 31 anos, terá dançado de forma demasiado provocadora, consideraram as autoridades locais, incentivando os mais novos à desobediência e imoralidade.

Naquele país as regras ditam que durante uma performance os artistas podem vestir roupa interior de qualquer cor, menos de cor bege. Ekaterina terá feito a escolha errada.

Ekaterina estaria vestida com um vestido de cor bege, numa atuação que pode ser vista no vídeo acima.

Uma amiga da bailarina fez saber que a russa foi libertada após o pagamento de uma fiança e que os seus advogados já estão a tratar do caso.