Ator pornográfico do Porto radicado na Holanda quer investir em Portugal

Um ator pornográfico do Porto a residir em Amesterdão, na Holanda, quer investir na produção de filmes para adultos em Portugal e vai realizar os primeiros “castings” no Eros Porto 2018, a decorrer até domingo na Exponor.

Fosster Riviera, nome artístico, tem 28 anos e contou à agência Lusa que “aos 15 anos decidiu ser ator porno e aos 18 mandou vídeos, emails e mensagens para todos os estúdios”, acabando por “ter a sorte de ser escolhido”.

“É isso que quero fazer agora e, para começar, nada melhor que fazê-lo num festival erótico”, disse o ator, argumentando ser esse o ambiente ideal para os candidatos, pois “veem o que se está a passar à volta e aprendem com quem lá está”.

Recusando a ideia de tal poder funcionar como um convite à emigração, explicou: “o que eu quero é promover e dar uma oportunidade a Portugal para que seja um espaço de produção pornográfica e de filmes para adultos”.

“Há formas de criar uma indústria pornográfica em Portugal, de a promover e de trazer novos talentos. Vou fazer os ‘castings’ no Eros Porto 2018, no meu estúdio e ‘stand’, numa produção 100% portuguesa”, afirmou Fosster Riviera, ator de filmes homossexuais.

Residente em Amesterdão disse querer visitar o Porto, Lisboa e Algarve e outras cidades para “gravar com outros atores e atrizes”, repetindo “não querer que ninguém se sinta obrigado a sair do país”.

“Viver só do porno não dá, há que ter um emprego, e depois com o desenvolver da carreira as coisas tornam-se mais fáceis”, testemunhou.

Investindo em Portugal numa altura em que a economia portuguesa começa a dar sinais de revitalização, Fosster Riviera considera que a “mentalidade dos portugueses é muito aberta, mas não há dinheiro”.

“A recessão económica não ajudou em nada, mas depois da chegada do Eros Porto o Norte começou a abrir um bocadinho, mas não há ninguém a querer investir”, enfatizou o ator porno português, decidido a apostar o seu dinheiro no país onde nasceu.

Apostando na produção de filmes homossexuais, justifica a sua opção devido ao facto de a versão heterossexual “exigir uma produção cinematográfica muito grande”, preferindo “começar pelos filmes gay e transexuais”.

“Quero gravar e mostrar a zona histórica do Porto, ou em Lisboa junto a um monumento, quero mostrar um pouco mais do que o sexo gay”, descreveu.

Fosster Riviera é uma das três estrelas internacionais convidadas pelo Eros Porto 2018, atuando na área dedicada à comunidade LGBTI – Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersexo.